Relacionamento

Friendzone: ela existe ou é coisa da sua cabeça?

12 de março de 2019
Avatar

author:

Friendzone: ela existe ou é coisa da sua cabeça?

Aqui no nosso blog gostamos de abordar temas que parecem gerar discussões sem fim na internet. Hoje vamos discutir sobre friendzone: afinal, ela existe ou não?

Esse é um tema que particularmente me interessa, já que eu acho os diferentes pontos de vistas interessantes e já me encontrei na situação de ser visto “apenas como um amigo”.

Homem passando mal e sendo acolhido pelos amigos

Esse, inclusive, é o ponto central da friendzone. Quando alguém está a fim de uma amiga ou amigo, mas não é correspondido da mesma forma. Isso quer dizer que a friendzone tem um estágio anterior, que é a amizade entre duas pessoas.

Vocês se dão bem, falam sobre tudo, passam um bom tempo juntos e somam na vida do outro! Só que aí uma das partes passa a ter um tipo de interesse além da amizade, mas a outra não. O problema é como quem está a fim vai lidar com isso.

Os pontos de vista sobre friendzone

Então vamos lá: do ponto de vista da pessoa interessada, bem mais comum entre nós homens, há uma confusão generalizada. Se eu sou legal com alguém, ela também é legal comigo, eu quero o melhor dela, ela também quer o melhor pra mim, por que as coisas naturalmente não caminham para um relacionamento amoroso?

Aí começam a surgir as suposições absurdas: sua amiga ou amigo é uma pessoa que só quer atenção, é carente e estava te usando o tempo todo, não consegue enxergar que ficar com você seria a melhor opção e por aí vai. As manifestações, em maior parte raivosas, sempre culpam a outra pessoa. Se deu errado, foi ela que te colocou na friendzone.

"Você fez isso"

Do ponto de vista de quem quer continuar a amizade, surge uma reação ao comportamento do primeiro. É alguém que não consegue separar as coisas, que só estava agindo de um jeito por causa de segundas intenções. Mas veja bem a diferença, isso tudo só surgiu como resposta a outro comportamento.

E é claro, quem tá a fim acredita na friendzone. Quem não tá, acredita que ela não existe.

Friendzone existe ou não?

Já dizia Dumbledore: “Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é real?”. É claro que essa frase foi dita num contexto muuuito diferente em Harry Potter, mas se aplica bem à situação.

Dumbledore aplaudindo

Friendzone existe. Mas só na sua cabeça. Ela não tem nada a ver com o que a outra pessoa fez ou não. Ninguém além de você criou essa área e te colocou lá. É melhor lidar com isso!

E como eu disse no início do texto, eu mesmo já passei por uma situação dessas. E lidei com ela criando uma metáfora para entender melhor o que estava acontecendo. Se me permitem, vou compartilhar em primeira mão com vocês!

A metáfora sobre friendzone

Imagine que a sua amizade com alguém é um jogo de videogame (pode ser PC também, cara) em mundo aberto. Isso significa que ninguém está te impondo restrições, existem infinitas possibilidades do que pode ser feito e você pode jogar como bem entender.

Você e sua amiga (o) jogam juntos a maior parte do tempo, cumprem diversas missões e somam muito no jogo do outro. Só que um belo dia você, sem entender muito bem o porquê, desbloqueia uma fase extra. É óbvio que você vai querer jogar essa nova fase, mas adivinha só: só dá pra jogar em 2.

Tela de escolha de personagens do jogo "Star Wars" sem o player 2 ativado

E quando você vai contar pra sua amiga (o), ela não entende muito bem o que você está dizendo. Isso porque ela não desbloqueou a mesma fase que você. Ela só quer continuar jogando o jogo como vocês sempre fizeram, já tá muito legal assim e não tem porque insistir nessa ideia de fase extra que ela nem sabe o que é.

É claro que você não precisa se culpar por querer jogar. Mas, principalmente, você não pode culpar a outra pessoa por não ter desbloqueado essa fase. Os critérios pro desbloqueio eram totalmente subjetivos, ninguém entende direito porque isso aconteceu. Mas aconteceu e você precisa tomar uma decisão.

Então a partir disso você tem duas opções. A) você fica na porta da fase extra – a famosa friendzone – reclamando que quer jogar e deixando o jogo inteiro de lado; ou B) você continua jogando e explorando as infinitas possibilidades junto com alguém que soma demais na sua vida.

Meu conselho: o que é uma fase extra perto de um mundo aberto, ainda mais quando tem uma pessoa incrível pra cumprir outras missões junto com você? Bora dar o play no que importa!

Agora que você já sabe que friendzone só existe na sua cabeça, vamos fugir dela. Você sabia que o Poppin é o app que gera os melhores encontros reais? Lá a reciprocidade é garantida!

Confira o app e o universo vai trazer 3 contatinhos pra cada friendzone que você já se colocou! 😉

Botão de download
Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *